Vinho Chardonay

Vinho Chardonnay: principais características

Você, sem dúvidas, já ouviu falar do vinho Chardonnay. Conhecido por ser produzido com uma das melhores castas de uva branca, ele tem a sua origem na França e conquistou o mundo pouco a pouco. Com vinhos variados, ele é fácil de harmonizar e imprescindível na adega de qualquer apreciador.

Então, se você quer saber mais sobre essa bebida tão deliciosa, esse é o artigo certo para você! Hoje, vamos falar sobre quais são as principais características do vinho e como é possível harmonizar com as refeições ideais para aproveitar todo o sabor do Vinho Chardonnay.

Ficou curioso? Então vamos começar!

De onde vem o Chardonnay?

Como mencionamos acima, o vinho Chardonnay surgiu na França, mais precisamente na região de Borgonha. Porém, essa uva tem uma adaptabilidade muito alta. Logo, ela pode ser cultivada em diferentes tipos de solos e climas. Com isso, ela foi conquistando seu espaço de cultivo desde a Europa até a América Central.

Em sua região de origem, as uvas são verdes, mas podem apresentar uma coloração amarela quando estiverem mais maduras. A pele é fina e são formados cachos pequenos. Portanto, a colheita precisa ser extremamente gentil e delicada para aproveitar o melhor da uva.

O vinho Chardonnay pode ser leve ou encorpado, fresco ou quente. Tudo depende do processo de cultivo e produção!

Quais são as principais características do vinho Chardonnay?

Uva do vinho chardonay

Independente do cultivo, não há como negar que a bebida tem aromas e sabores únicos, característicos da uva de sua casta. O que diferencia essas características é o toque pessoal de cada produtor.

Quando a uva é cultivada no frio, é comum encontrar vinhos mais leves, enquanto o clima quente pode resultar em vinhos mais estruturados e com sabor de frutas tropicais.

Além disso, o processo de fabricação do vinho também pode causar diferenças entre cada garrafa. Quando o vinho é envelhecido em tanques de aço, o sabor da bebida se torna mais “limpo”. Por outro lado, quando envelhecidos em barris de carvalho, o sabor é sofisticado, com toques de madeira e especiarias.

Agora que você já conhece as principais características do Chardonnay, chegou a hora de falarmos sobre um dos melhores assuntos: como combinar a bebida com os alimentos?

Dicas de como harmonizar o vinho Chardonnay

Quem gosta de vinho bem sabe que a refeição faz toda a diferença para degustar uma boa bebida. Afinal, é preciso combinar os sabores e aromas para garantir uma refeição equilibrada, sem que nem a comida e nem o vinho fiquem ofuscados.

Queijos

Os queijos são, sem dúvidas, uma das harmonizações favoritas de quem ama vinho. No caso do Chardonnay, as melhores opções são os queijos de leite de vaca, de búfalo e de cabra.

As versões mais macias, como o minas, coalho, ricota, mussarela ou brie são ideais para vinhos leves, com o paladar fresco. Caso o queijo seja mais azedo, o ideal é que o vinho seja mais ácido para combinar o sabor.

Saladas com Vinho Chardonay

Harmonizar Chardonay com Salada

Agora, se você prefere optar pela salada, é importante ter em mente que a harmonização vai depender não apenas dos ingredientes, mas principalmente dos temperos.

Logo, a primeira dica é evitar o uso do vinagre, já que ele costuma ofuscar o sabor do vinho Chardonnay. Escolha folhas verdes e incremente com frutas secas como as amêndoas ou avelãs. Então, busque um Chardonnay fermentado e envelhecido em barris de carvalho.

Carnes brancas com Vinho Chardonay

Harmonizar o Chardonnay com aves também é uma ótima pedida. A galinha ou o peru geralmente são as melhores opções para ressaltar o sabor do vinho.

Temperar os pratos com açafrão, alecrim ou curry também cria sabores irresistíveis para degustar com a bebida.

No caso dos peixes, escolha opções com bacalhau temperado com azeite de oliva. O sal do peixe é perfeito para harmonizar com o vinho Chardonnay!

Massas com Vinho Chardonay

Harmonizar - vinho chardonay

Por último, não podemos também deixar de falar das massas. Quem quer harmonizar um bom Chardonnay pode preferir os molhos brancos, cremosos ou à base de queijo, perfeitos para a bebida suave.

Os toques de frutas tropicais e a acidez leve combinam muito bem com essas versões mais encorpadas. Porém, se você prefere o molho carbonara, o ideal é escolher uma garrafa com maior acidez para harmonizar com a gordura do bacon.

Evite molhos de tomate, já que sua acidez e adstringência são acentuadas pelo vinho tinto e não combinam bem com o Chardonnay.

Como você pode ver, existem diferentes harmonizações para esse tipo de vinho. Portanto, o ideal é que você conheça bem as características de cada garrafa para que possa escolher as melhores opções de alimentos.

Com isso, você aproveita bem os sabores não apenas da refeição, mas também do seu vinho favorito! Veja também nosso artigo de como fazer degustação correta de vinho, com certeza você irá amar as dicas!

Se você ainda tiver dúvidas sobre o vinho Chardonnay, deixe seu comentário no espaço abaixo. Aproveite também para compartilhar o artigo nas redes sociais.

Volte sempre aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *