Vinho Doce - principais características

Vinho Doce: Principais características e harmonização

Você já ouviu falar no vinho doce? Essa é uma categoria de vinhos que como o próprio nome já diz, possui um sabor bem adocicado. Possui nuances distintas e poderá surpreender a todos, mas, para isso é importante compreender suas características e como harmonizá-lo.

Afinal, o vinho doce é diferente dos secos e suaves. Logo, ele possui seu próprio modo de fabricação, suas características que fazem com que ele seja único e suas harmonizações perfeitas.

Então, preparamos um artigo completo sobre esse vinho tão saboroso. Assim, você entende melhor quais são suas propriedades e como é possível harmonizá-lo para degustar da melhor forma.

Antes de mais nada, vamos saber mais sobre esse tipo de bebida.

Vinho doce - o que é?

O que é o vinho doce?

Também conhecidos como vinho de sobremesa, os vinhos doces são conhecidos por serem os mais açucarados. Porém, não se engane: sua fabricação não leva nenhum tipo de açúcar na receita!

O que faz com que eles sejam tão doces é um fungo chamado de Botrytis Cinerea. O fundo ataca os cachos das uvas e faz com que seu açúcar natural fique concentrado.

Além disso, a colheita das uvas após o tempo de maturação também pode conferir essas características doces da bebida.

O vinho doce também é conhecido por ter alto teor alcóolico. Isso acontece justamente pela maturação mais longa das uvas, que faz com que o grau de álcool na bebida fique maior.

Dentre os grandes destaques da categoria, podemos citar os vinhos Sauternes, da França. É nessa região que são fabricados mais de quatro milhões de garrafas por ano! Nesse caso, eles são produzidos com a presença do fungo.

Agora, se você prefere o vinho doce proveniente de uvas mais maturas, pode investir em Sémillions, Rieslings e Chenin Blancs. Aqui, eles costumam ser mais fortes e doces.

O termo vinho de sobremesa surgiu porque sua doçura faz com que, muitas vezes, eles já sejam suficientes para o paladar após uma refeição. Porém, eles não precisam obrigatoriamente serem consumidos sozinhos ou com algum doce.

Como harmonizar o vinho doce?

Como harmonizar o vinho doce

Como mencionamos acima, nem sempre você precisa harmonizar o vinho de sobremesa com doces. É verdade que eles ficam saborosos quando acompanhados com geleias e outros doces frutados. Porém, é possível abusar da criatividade para desenvolver combinações harmoniosas.

Vale lembrar da regra de ouro da harmonização de vinhos. A doçura e acidez do alimento devem combinar com a bebida. Ou seja, o alimento escolhido deve ser tão doce quanto a bebida, ou um pouco menos doce. Dessa forma, o sabor do vinho não será ofuscado pela refeição.

Porém, caso você queira combiná-lo com opções salgadas, você pode investir em queijo de cabra, queijo minas ou até mesmo pães e baguetes. Nesse caso, a oposição de sabores faz com que tanto o vinho, quanto os aperitivos, possam ser degustados em sua totalidade.

Como consumir esse tipo de vinho?

Por último, não se esqueça também de que cada tipo de vinho deve ser consumido de uma forma para aprimorar a experiência sensorial da degustação.

Como os vinhos de sobremesa são mais doces que outras categorias, servi-lo gelado é uma forma de evitar o sabor enjoativo e deixá-lo mais gostoso.

A temperatura ideal é entre 9 e 10 graus. Além disso, invista também nas taças pequenas – geralmente de 70mL. Afinal, sua doçura pode cansar o paladar caso seja consumido em excesso.

A garrafa de vinho doce deve ser consumida em até 3 dias após sua abertura. Caso passe mais tempo que isso, podem ocorrer alterações em seu sabor e aroma.

Para conservá-la, mantenha a garrafa bem fechada em um ambiente refrigerado, como uma adega climatizadora ou a geladeira.

Agora que você já sabe mais sobre o vinho doce, chegou a melhor hora: escolher seus rótulos favoritos e começar a degustar! Lembre-se de sempre prezar pela harmonização equilibrada.

Afinal, degustar um bom vinho é muito mais que o simples ato de apreciar uma bebida. Ela está ligada a todos os sentidos sensoriais e o conhecimento de sabores únicos no mundo!

Gostou das nossas dicas? Se você ainda tiver dúvidas sobre o tema ou queira compartilhar suas indicações de vinho doce com nossos demais leitores, aproveite o espaço de comentários abaixo.

Não se esqueça também de compartilhar o artigo em todas as suas páginas nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *